Pinóli: conheça mais sobre essa oleaginosa em receitas saborosas

Já ouviu falar de pinólis? Venha conferir sobre os benefícios dessa simpática semente e como adicioná-la no seu cardápio – que inclui até molho pesto. Vem ver mais!

O pinóli é uma oleaginosa capaz de dar um sabor incrível às receitas.

O pinóli é uma semente saborosa que garante um toque especial aos pratos!

Pinóli: já ouviu falar? De tamanho pequeno e ovalado com uma coloração bege, o pinóli (ou pinhão do pinheiro europeu) pertence à família das oleaginosas (castanhas, nozes etc), se assemelha muito às amêndoas. Com um sabor delicado e uma oleosidade única (ressaltada ainda mais quando torrada), essa simpática semente é adquirida de uma árvore chamada “Pinheiro-manso”, de origem mediterrânea.

Mas são justamente esses detalhes que fazem com que ela não seja tão conhecida. O seu cultivo é muito difícil, tendo em vista que sua extração é feita manualmente, envolvendo um trabalho árduo. Além disso, a colheita consiste entre um curto período de dezembro a março. Isso faz com que seja difícil encontrá-la nos mercados – mas não desanime, pois vale a pena o sabor e o toque incrível que o pinóli dá aos pratos!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Então, antes de te mostrarmos as transformações que o pinóli pode fazer em seu cardápio (que vão desde pratos salgados até doces), vem conferir com a gente algumas das qualidades que essa oleaginosa pode fazer pelo seu organismo:

Rica em vitamina E

O pinóli é uma fonte rica em vitamina E, um antioxidante que age de forma a proteger e cuidar da sua pele, além de preservar as células contra o envelhecimento precoce.

Gordura boa 

Não se preocupe, pois aqui se trata de uma gordura boa e de qualidade! A gordura monoinsaturada compõe essa oleaginosa, capaz de trazer benefícios para o seu organismo e auxiliar no pleno funcionamento de suas atividades.

Presença de ômega 3, 6 e 9 

Engana-se quem pensa que o ômega 3 está somente nos peixes, tal com o salmão. O pinóli é uma fonte muito eficiente de ômega 3, mas também ômega 6 e 9. Esses nutrientes regulam o nível de colesterol no sangue, ajudando a prevenir possíveis doenças cardiovasculares.

O pinóli apresenta uma aparência semelhante a de uma amêndoa.

Pequenina com coloração bege, o pinóli se assemelha a uma amêndoa.

Antioxidantes contra doenças

A presença de antioxidantes somada ao baixo índice glicêmico presente no pinóli faz com que ele se torne um ingrediente que auxilia na prevenção de doenças como diabetes, ou doenças do coração – tal como hipertensão. Por isso, ele é um bom ingrediente a ser adicionado no cardápio – mas claro, com moderação.

Fonte de zinco

O processo de cicatrização é aprimorado quando se consome pinóli. Isso porque ele é uma fonte de zinco, nutriente que auxilia na estrutura das membranas das células.

Entre outros nutrientes

Além de todas essas propriedades, o pinóli também é rico em fibras – de suma importância para o funcionamento do organismo, principalmente quando se refere ao fluxo intestinal -, proteínas, potássio, vitaminas do complexo B, magnésio, ferro e cobre.

E como o pinóli é adicionado nos pratos?

O pinóli é um dos ingredientes que compõem o famoso, clássico e queridinho molho pesto, deixando as refeições ainda mais saborosas!

Além disso, essa semente é muito utilizada na culinária sírio-libanesa. Por isso, você pode encontrá-la em receitas como os saborosos charutos (enroladinhos) de vegetais, em deliciosas esfihas e quibes, ou até mesmo em legumes feitos ao forno. Já nos pratos doces, você pode encontrá-lo na composição de incríveis bolos, tortas e sorvetes.

A pinóli é uma semente originária da árvore "Pinheiro-manso".

O pinóli é uma semente retirada da pinha da árvore “Pinheiro-manso”.

Recomendadas
Pela Web