Ligue 180 e denuncie a violência contra a mulher: você tem voz

Saiba mais sobre o Ligue 180, um canal para denunciar a violência contra a mulher.

Ligue 180 para denunciar a violência contra a mulher

Ligue 180 para denunciar a violência contra a mulher

O TudoGostoso hoje vai falar sobre um assunto que diz a respeito a todos: a violência contra a mulher. Para denunciar esse tipo de violência, existe uma linha exclusiva: o Ligue 180, uma iniciativa do Governo Federal junto ao Ministério dos Direitos Humanos. A Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, o Ligue 180, é um serviço de utilidade pública gratuito e confidencial, ou seja, preserva o anonimato de quem faz a denúncia. Além de um canal de denúncias, ele também oferece informações e orientações sobre os direitos das mulheres.

Os números sobre a violência contra a mulher no Brasil são alarmantes: apenas em 2016, quase 5 mil mulheres foram assassinadas no país, de acordo com o Mapa da Violência. O resultado representa uma taxa de 4,5 homicídios para cada 100 mil brasileiras. Em dez anos, houve um aumento de 6,4% nos casos de assassinatos de mulheres.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É importante lembrar que a violência contra a mulher vai além das agressões físicas e assume também outras formas: ela é qualquer conduta de discriminação motivada pelo simples fato de a vítima se tratar de uma mulher. Isso inclui atos cujos danos são físicos, morais ou psicológicos.

Mapear e dar visibilidade aos números é fundamental para combater a violência contra a mulher. E não são somente os casos de agressão física que devem ser relatados: além das violências doméstica, física e psicológica, o Ligue 180 registra casos de violência sexual, moral, patrimonial, obstétrica, no esporte, cárcere privado, crimes cibernéticos e agressões contra mulheres migrantes e refugiadas.

O Governo Federal, junto ao Ministério dos Direitos Humanos, criou uma campanha que exemplifica muito bem os relacionamentos abusivos. Em conjunto com a cantora Naiara Azevedo, foi lançada nas rádios do país uma música com letra aparentemente romântica. Porém, o clipe criado para acompanhar a canção, lançado dias depois, mostra que as coisas nem sempre são como aparentam. Através das cenas do clipe, vemos que a melodia fala, na verdade, sobre a violência contra a mulher.

A hashtag #vctemvoz acompanha o clipe, servindo para mostrar que as mulheres têm voz para denunciar esses crimes e ajudar a combater as agressões. Para denunciar qualquer tipo de agressão contra a mulher, ligue para o 180. Para ver mais informações e estatísticas sobre violência contra a mulher, acesse o site oficial da campanha www.brasil.gov.br/mulheres.

Recomendadas
Pela Web