Feijão sem panela de pressão: será que dá certo?

Confira uma aventura culinária: fazer feijão sem panela de pressão!

Muita gente tem medo de usar panela de pressão ou simplesmente não tem em casa. Ela pode ser muito útil no dia a dia: você já tentou fazer feijão sem panela de pressão e foi bem-sucedido? Eu já e o resultado não foi bem o esperado… Confira esse drama a seguir!

feijão sem panela de pressão

Feijão com caldo e delicioso: essa era a expectativa

Feijão sem panela de pressão: dá certo?

Eu moro sozinha há 5 anos. Sim, leitores, 5 anos fazendo minha própria comida e pegando feijão pronto na casa da minha mãe, por causa do medo da panela de pressão. Parece bobo, né? Mas esse é um medo muito comum: pode perguntar aos seus colegas de trabalho ou aos seus amigos se eles curtem usar esse utensílio. Gente, a panela pode simplesmente explodir! Meu coração de 35 anos não tem estrutura para suportar um evento desses.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas, na semana passada, me deu uma vontade louca de comer feijão (mentira, a nutricionista disse que eu tinha que comer e eu sou muito obediente) e a casa da minha mãe não é tão perto assim, pois fica em outra cidade. Resolvi que faria feijão sem panela de pressão, pois eu faço grão-de-bico com a panela normal e dá tudo certo.

O primeiro passo foi deixar o feijão dois dias de molho (troquei a água de um dia para o outro). Para fazer o feijão, usei uma cebola, que processei para ficar bem pequenininha. Acho que o primeiro erro foi esse: uma cebola para aquela quantidade de feijão me pareceu um exagero quando coloquei na panela. Mas resolvi seguir em frente, pois amo cebola e amo feijão, então essa soma daria certo (que bobinha).

Se fizer um bom refogado vai dar certo… Será?

Refoguei esse mundo de cebola com azeite, coloquei o feijão e adicionei água fervente a ele. Subiu aquele cheiro maravilhoso e eu pensei: “Ah, garota! Esse feijão vai ficar MARAVILHOSO! Acho que vou começar e vender quentinhas de feijão!”. Deixei o feijão cozinhando por uns 20 minutos e fui checar. Opa, estava meio durinho ainda e as cebolas estavam formando tipo aquela espuma que vem com as ondas do mar, sabe? Pode parecer poético, mas estava só meio nojento mesmo.

Coloquei mais água fervente e deixei mais uns 10 minutos. Provei o grão e estava em um ponto bom. Mas cadê o caldo, gente? Como o feijão da minha mãe fica tão gostoso e cremoso e o meu estava tão triste, com os grãos nadando naquela água turva? Coloquei uma colher de sal e consegui transformar aquilo num mar de decepção mesmo: ficou beeeem salgado. Como sou brasileira e não desisto nunca, resolvi deixar cozinhar mais um pouco para ver se aparecia um caldo naquilo, mas nada feito. Triste da vida, desliguei o fogo e atestei: feijão sem panela de pressão – missão dada não foi missão cumprida.

Eu trabalho no TudoGostoso, gente: preciso aprender a fazer um feijão decente! Vocês têm algumas dicas de como fazer feijão sem panela de pressão? Me contem nos comentários!

Recomendadas
Pela Web