É batata: 10 expressões populares com comida

A comida pode estar presente em todos os momentos da nossa vida — e inclusive para defini-los! O TudoGostoso selecionou 10 expressões populares com comida que mais usamos e contou mais sobre elas. Venha ver!

Confira 10 expressões que usam comida no meio.

Com essas expressões, vai ser batata definir as situações pelas quais você passa!

Comida é algo que está presente na boca do povo, literalmente e metaforicamente! Afinal, além de serem deliciosas e conseguirem reunir o melhor dos mais diversos sabores, os alimentos também são ótimos para definir situações! Na língua portuguesa, há diversas expressões populares que utilizam o vocabulário culinário. Venha conferir 10 expressões populares com comida!

“É batata!”

“É ISSO MESMO!” “É batata” é a expressão perfeita quando se quer definir que algo é certeiro e que não tem chance de errar. Ou seja: se “é batata”, não precisa nem ter dúvidas! E no mundo culinário, a gente sabe bem como as batatas são versáteis, práticas e deliciosas, transformando pratos comuns em verdadeiras delícias!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

“Seu pão-duro!”

“Pão-duro” é aquela pessoa mão de vaca, sovina, que não quer gastar seu dinheirinho por nada — e em alguns casos, nem se for necessidade! Se alguém te chamar de pão-duro, vale a pena repensar como você está administrando seu dinheiro, hein? De pão-duro, só queremos aquele pãozinho amanhecido que reaproveitamos em receitas deliciosas.

“Levei um bolo…”

Aparentemente, levar um bolo deveria ser uma coisa boa, né? Afinal, quem recusaria ganhar um bolo!? Acho que ninguém. Mas aqui, “levar bolo” significa que alguém desmarcou de última hora um compromisso, não cumpriu um combinado ou não apareceu a um encontro e deixou a pessoa esperando. Desse bolo aí a gente quer mais é passar longe!

Enfiar o pé na jaca significa exagerar.

Enfiar o pé na jaca pode significar exagero — assim como o tamanho gigante dessa jaca!

“Hoje vou enfiar o pé na jaca!”

Pé na jaca é perder o controle da situação e ir além do que você tinha estipulado, exagerando. Por exemplo: você se comprometeu a comer saudavelmente a semana inteira, mas chegou o final de semana e você resolveu enfiar o pé na jaca com comidas maravilhosas, cheias de chocolate, muita bebida, muita massa… Quem nunca?

“Viajou na maionese, hein?”

Essa frase é típica de quando uma pessoa não está falando nada com nada. Muitas pessoas também usam a expressão “viajou na batatinha, escorregou na maionese” para definir esses momentos. A gente sabe que maionese — principalmente a maionese caseira — é maravilhosa, mas não precisa escorregar ou dar uma viajada nela não, ok?

“Isso é mamão com açúcar!” ou “Isso é mel na chupeta!”

“ISSO É MUITO FÁCIL!” Essas duas expressões se referem à facilidade com que algo pode ser feito, sem esforço algum! Assim como mamão com açúcar é uma sobremesa superfácil de ser feita (perfeita para quem quer uma receita docinha naqueles momentos de preguiça), o mel também funciona como um ótimo docinho, simples, prático e delicioso.

“Quer moleza? Senta no pudim!”

Nem tudo na vida é “mamão com açúcar”. “Quer moleza? Senta no pudim!” é justamente a expressão para definir quando a pessoa quer fazer algo simples e moleza demais.

Imagina se os problemas fossem tão moles de serem resolvidos, tal como a textura do pudim?

Sentar no pudim: para quem quer moleza na vida.

“Que encheção de linguiça…”

O famoso “blablabla”! Sabe quando alguém fica enrolando para falar algo ou escreve/fala algo desnecessário? Também pode ser entendido como alguém que prefere quantidade à qualidade. E ninguém é obrigado a ficar ouvindo alguém enchendo linguiça, né? A gente quer mais é uma boa conversa acompanhada de uma receita de linguiça acebolada!

“Rapadura é doce, mas não é mole, não!”

Quando algo é bom, mas difícil de ser conquistado. Assim como no caso da rapadura, que é uma receita docinha e deliciosa, tanto doce não é sinônimo de uma textura macia: a rapadura é dura que só! Mas, de tão saborosa, vale a pena a dificuldade só para se deliciar com uma receita de rapadura.

“De grão em grão que a galinha enche o papo”

Significa que de pouco em pouco você pode alcançar seu objetivo. É só paciência e persistência para você conquistar aquilo que deseja — assim como a galinha, de milho em milho, consegue ficar satisfeita. Todo esse papo de milho deu até vontade de fazer uma pipoquinha caprichada, né?

Agora, conta pra gente: quais são as expressões com comida que vocês mais usam? Diz pra gente aí nos comentários!

Rapaduras são docinhas, mas extremamente duras!

Não se engane pelo sabor: rapadura pode ser docinha, mas é dura que só!

Recomendadas
Pela Web