Como armazenar os molhos caseiros sem usar conservantes?

Para fazer uma macarronada, pizza ou uma lasanha, muitas vezes não utilizamos todo o molho de tomate caseiro que preparamos e é preciso conservar o restante de maneira correta, para que ele fique fresquinho para a próxima receita. Para isso, listamos algumas dicas de ouro que vão te ajudar a conservar seus molhos de maneira 100% saudável!

 Separamos algumas dicas que vão te ajudar a manter o sabor e a qualidade dos molhos caseiros por muito mais tempo! Venha conferir!

Molhos industrializados precisam de conservantes artificiais para se manterem frescos e isso, ao longo do tempo, pode ser prejudicial à sua saúde. Que tal apostar em molhos caseiros com tomates e temperos frescos? Separamos algumas dicas para conservar seu molho de maneira natural e saudável. Confira!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Escolha o recipiente adequado

Preparar molho de tomate, branco, pesto e etc. é fácil. Mas você sabe como conservá-los de forma correta? O primeiro passo é escolher um recipiente para armazená-los depois de pronto. Uma boa opção são os potes de vidro, por terem uma vedação melhor que os de plástico. Mas lembre de lavar bem os potinhos antes!

Pasteurização caseira

A pasteurização é uma técnica tradicional de armazenamento que permite conservar seus molhos fora da geladeira! Isso mesmo. Você pode guardar os frascos na despensa sem medo de estragar.

Depois de lavar bem os frascos de vidro, forre uma panela com um pano limpo e coloque os vidros cheios de água. Coloque água até a metade da panela e deixe ferver por 30 minutos. Depois disso, retire a água e deixe os potinhos emborcados em um pano limpo até a água escorrer e secar bem. Depois que os vidros estiverem bem sequinhos, despeje o molho ainda bem quente, coloque a tampa fechando bem o pote e emborque-os sobre um pano para que todo o ar saia. Pronto! Parece complicado mas é um processo rápido e fácil de fazer.

Azeite de oliva

Mais uma dica legal para armazenar seu molho de tomate caseiro com segurança é, depois que colocar o molho nos recipientes, finalizar com um pouco de azeite de oliva antes de fechar com a tampa. O azeite não se mistura ao molho e forma uma camada que conserva e protege o molho até a próxima vez que for utilizado.

Congelar o molho

Dentre todas as técnicas, o congelamento é a que ganha em disparado por causa de sua praticidade. Depois de preparar seu molho caseiro, mergulhe a panela em uma bacia com água bem gelada. Quando o molho já estiver frio, transfira para um recipiente de vidro com tampa, feche bem. Então, cole uma etiqueta indicando o dia em que o molho foi preparado e comece a contagem. Ele pode ser armazenado por 1 mês no congelador, 3 meses no freezer e até 5 dias na geladeira. Para descongelar, basta levar ao fogo em uma panela.

Recomendadas
Pela Web