Alimentos que aliviam os sintomas da menopausa

Xô menopausa! Sabe-se que não tem escapatória, mas a boa notícia é que temos como aliviar esses sintomas indesejáveis. E o melhor de tudo: com comida.

É certo que na vida de uma mulher chegará a temida “menopausa” – período na qual o corpo feminino diminui drasticamente a produção de hormônio, ocorrendo geralmente na idade entre os 45 e 55 anos. Mas não se assuste logo de cara: isso é um processo natural pelo qual todas irão passar. E sim, você irá sobreviver!

shutterstock_148005758

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sabe-se que o pior desse momento são os sintomas causados pela menopausa, tais como ondas de calor, suor, mal-estar, insônia, irritabilidade, mudanças de humor e ansiedade. Mas a boa notícia é que, como sempre, cada organismo reage de uma forma, e pode ser que você passe por ela sem nem sentir o desconforto dessa fase. Porém, se você é do time que (infelizmente) não escapou das consequências desse período que marca a vida das mulheres, não se sinta desolada: estamos aqui para te mostrar como esses sintomas podem ser controlados e amenizados com uma das coisas que mais amamos na vida – ela mesma, a comida.

Então vem conferir como driblar esse desconforto desde já para poder aproveitar ao máximo as festas de final de ano!

– Para adicionar na sua lista: como a produção de estrogênio cai – hormônio que atua sobre o coração, cérebro e ossos -, investir em alimentos como a soja, lentilha, inhame, trigo integral, sementes de linhaça e de abóbora e até amendoim podem fazer com que seu organismo compense esse baixo nível de produção hormonal. A soja, por conter isoflavona, é uma ótima recomendação para se combater as ondas de calor, suor e irritação.

– Bem tropical: ela que sempre foi uma das comidas mais presentes nas refeições ao longo do ano, passou então a ser promovida a fiel companheira do bem-estar: a fruta cítrica. Riquíssimas em vitamina C, já sabemos a infinidade de benefícios que esse tipo de fruta pode trazer para nossa saúde, e, no caso da menopausa, as frutas cítricas desempenham um papel importante na sintetização dos hormônios ovarianos. Por isso, use e abuse da criatividade em receitas que usem limões, laranjas e abacaxis.

– Melhor passar longe: alimentos de difícil digestão são aqueles que você pode riscar da sua lista. Bebidas alcoólicas, cafeína, carnes, chocolates e comidas apimentadas e/ou excitantes podem exigir mais do seu corpo para serem digeridos, podendo causar “aquele calor exacerbado”, além de insônia por manter seu corpo em estado de atividade – provocando, assim, sensação de fadiga e irritabilidade. Evite também consumir alimentos enlatados, industrializados e em conserva.

– Bora mexer o corpo: levanta da cadeira e sacode a poeira que aqui a canseira não tem (e não pode ter) vez! A atividade física é fundamental para manter o organismo em equilíbrio, pois evitam que ocorram mudanças bruscas de energia, além de auxiliar no controle do peso. Na menopausa, é comum que as mulheres acabem ganhando uns quilinhos a mais ou tenham dificuldade em emagrecer devido à queda de produção hormonal. Por isso, tornar o exercício físico um hábito permite que você controle a alimentação, melhore o humor e até mesmo regule o sagrado sono.

– Xô desânimo: bateu aquela “bad” durante o dia? Então se jogue em alimentos que sejam ricos em magnésio, mineral que auxilia na produção de energia, impedindo a sensação de cansaço e irritação. Para isso, adicione em seu cardápio peixes como salmão, atum e sardinha – ricos também em Ômega 3 – além de frutas secas. E, aproveitando as festividades de final de ano, nada melhor que incluir na ceia de natal sementes oleaginosas como nozes, amêndoas e castanhas, unindo assim o útil ao agradável.

– Ossos fortes: a ideia aqui é ficar com os ossos bem fortes e saudáveis, livrando-se da temida osteoporose. Por isso, o segredo é incluir nas refeições alimentos ricos em cálcio, podendo ir desde o leite e seus derivados, até sementes de sésamo, nabo e vegetais verdes como brócolis e espinafre.

Recomendadas
Pela Web