A origem da pipoca — com receitas!

Não se sabe ao certo onde quando a pipoca surgiu, mas os primeiros registros desse alimento com proteínas e nutrientes datam há mais de 1.000 anos!

A pipoca foi muito adaptada ao longo dos anos, com ingredientes variados, fazendo ainda mais a nossa alegria!

A pipoca é um dos alimentos mais consumidos no mundo por ser um petisco delicioso (além de um ótimo acompanhamento para qualquer filme) e muito, muito fácil de fazer. Além disso, a pipoca também é rica em proteínas e outras substâncias boas para nosso organismo.
Ela é feita a partir dos grãos de um milho específico que contém água em seu interior. Essa água, quando entra em contato com temperaturas altas se funde com o amido existente na composição do grão de milho. Juntos, eles formam uma espécie de bolhas gelatinosas, que se expandem cada vez mais, forçando a explosão do grão. Ou seja, a parte branca da pipoca nada mais é do que a fusão de amido e água!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas o que poucas pessoas sabem é que a pipoca surgiu há mais de mil anos atrás e, naquela época, não era um simples petisco, ela fazia parte da alimentação diária das pessoas. A realidade é que ninguém sabe ao certo onde e quando a pipoca surgiu, mas pelo que se sabe os primeiros registros dela foram feitos por colonizadores europeus que chegaram na América e descreveram-na como uma espécie de salgadinho feito de milho, que os índios utilizavam como alimento e como enfeite de cabelo!

E a suspeita é de que esses índios descobriram a pipoca por completo acaso, depois de jogar algumas sementes de milho no fogo e presenciar um “tiroteio de pipocas”. Desde então, o modo de preparar o alimento mudou muito. Inicialmente, os índios costumavam estourar os grãos de milho na própria espiga. Por alguma razão, depois de um tempo, começaram a colocar os grãos diretamente em contato com o fogo. Esse também não foi o melhor método, e então passaram a colocar o milho solto dentro de recipientes de barro — assim, ninguém precisava correr atrás das pipocas por todo lado!

Os índios não foram os únicos a consumir o alimento. Os colonos que chegaram na América logo passaram a consumir a pipoca, no entanto, eles consumiam como se fosse um cereal matinal, com leite.

É como se hoje em dia não comêssemos a mesma pipoca que antigamente, já que ela passou por muitas alterações de sabor, desde sal e açúcar até ingredientes mais elaborados e variados. Dê uma olhada nessa pipoca de micro-ondas com milho comum e sem óleo , nessa pipoca com bacon e nessa, com queijinho crocante , tipo a do pipoqueiro! Além delas, experimente também as doces. Tem pipoca caramelada , de chocolate , de leite ninho e até um bolo de pipoca com calda e tudo!  

Recomendadas
Pela Web