Como prevenir acidentes domésticos com crianças na cozinha

Um momento de distração pode ocasionar acidentes domésticos com crianças e adolescentes. Veja como prevenir e onde se informar mais sobre o assunto

Se você tem crianças em casa, sabe muito bem quantas coisas elas são capazes de fazer em um piscar de olhos. Não à toa, até em casa o cuidado deve ser dobrado: segundo a ONG Criança Segura, só no ano de 2019 mais de 112 mil casos de internações na faixa dos 0 a 14 anos foram causados por acidentes domésticos. E a cozinha é o local da casa com a maior incidência de casos. Enquanto você procura uma receita ou capricha na finalização de um prato, alguns perigos como facas, gás e forno quente podem causar cortes, queimaduras ou intoxicação. Mas, embora seja impossível ter uma cozinha blindada, a prevenção de acidentes domésticos com crianças é perfeitamente possível tomando algumas providências. Vamos conferir?

O que fazer para a prevenção de acidentes domésticos com crianças

Acidentes domésticos com crianças: como prevenir e onde se informar

Veja como prevenir acidentes domésticos com crianças

Um ponto de atenção para evitar surpresas é a escolha da mobília e pisos do ambiente. Pisos antiderrapantes diminuem o risco de tombos. Também vale optar por móveis com quinas arredondadas ou com borracha para amortecimento de impacto nas pontas. Ah, e nada de vidros na parte mais baixa da sua mobília, madeira é a opção mais segura.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Recomenda-se também a compra ou instalação de fogões e fornos com válvula de segurança, que previnem o vazamento de gás. Também é ideal colocar objetos cortantes ou inflamáveis dentro de um armário com trava de segurança.

A gente sabe que algumas vezes todas essas mudanças podem ser muito difíceis de aplicar na sua casa. Por isso, alguns cuidados mais simples também podem ser eficazes para prevenir acidentes domésticos com crianças:

1. Quando estiver preparando refeições, deixe os pequenos o mais longe possível do fogão. Já com crianças maiores, oriente sobre o risco, use as bocas de trás para frituras ou água quente e vire o cabo das panelas para o lado de dentro.

2. Os objetos cortantes, como copos ou pratos de vidro, facas e garfos, devem ficar dentro de espaços fechados e de difícil acesso. Se conseguir, deixe sempre na parte mais alta dos móveis. O mesmo é recomendado para materiais de limpeza, fósforos e isqueiros.

3. Não tem eletrodomésticos com válvulas de segurança? Então deixe a válvula do próprio botijão de gás sempre desligada. Se possível instale o botijão em um espaço externo e longe do fogão.

4. Deixe os sacos plásticos longe do alcance de crianças menores para evitar riscos de asfixia.

ONG que já contribuiu para diminuir 40% do número de mortes acidentais de crianças no Brasil se prepara para viver nova fase

Para tornar mais fácil o cuidado com as nossas crianças, organizações como a ONG Criança Segura, que desde 2001 cuida da prevenção de acidentes com crianças e adolescentes de 0 a 14 anos, desenvolve um trabalho de orientação e conscientização sobre a importância da preservação da vida de meninos e meninas no país todo. Através de todo o material já produzido pela ONG, é possível ficar ainda mais por dentro do que é necessário fazer para proteger as crianças em casa.

O que começou como uma organização sem fins lucrativos, agora se tornou um movimento social para ampliar o debate sobre o direito das crianças a um desenvolvimento saudável e feliz. Através do compartilhamento de informações, mobilização para o engajamento e do incentivo à criação de políticas públicas, a Criança Segura já contribuiu para ajudar em até 40% a mortalidade infantil em acidentes domésticos.

Quer ajudar a disseminar essa iniciativa tão bacana? Mande um email para [email protected] ou entre em contato pelo telefone (11) 2389-9334. Você pode encontrar mais informações no site doe.criancasegura.org.br/.

Recomendadas
Pela Web