Comida australiana de verdade tem a polêmica vegemite, doce com nome russo e churrasco com barbecue

A típica comida australiana foi influenciada por várias culturas e hoje em dia tem pratos próprios surpreendentes

O gosto pela comida consegue unir pessoas de todo o mundo. A comida australiana, por mais distante que esteja de nós no Brasil, tem as suas receitas típicas que são adoradas pelos locais e que surpreendem os visitantes.

No TudoGostoso já falamos sobre a gastronomia de muitos países, como a comida ucraniana e a culinária polonesa na Europa ou a comida coreana e a comida japonesa na Ásia. Está mais do que na hora da nossa viagem pelo mundo da culinária fazer uma parada na Oceania. Continue acompanhando e descubra as delícias da comida australiana!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)
comida australiana com pedaços de bife em formato da Australia com bandeiras do país e vegemite por cima

A comida australiana tem carne, molho barbecue e mais delícias

Quais são as influências da comida australiana?

Assim como em muitos outros países, a comida australiana de hoje teve a influência de vários cantos. As tradições dos povos nativos se juntaram ao colonialismo dos ingleses e às adições dos países vizinhos da Oceania e Ásia e de outros visitantes europeus.

Dos aborígenes vieram a tradição das “bush foods”, a comida de coleta e caça que a natureza local dispõe. Podem ser tanto plantas e frutas como carne de animais locais como canguru e emu, apesar de ser menos comum atualmente.

Os britânicos vieram com ingredientes como o trigo e a carne de vaca e de ovelha, e receitas como a torta de carne e o prato de peixe e fritas. Da influência de outros países temos a pavlova, doce com nome russo, mas autoria reivindicada pela Austrália e pela Nova Zelândia.

Qual a comida típica da Austrália?

Mais do que um prato em si, o alimento mais representativo da Austrália para o mundo é o vegemite. Essa pasta com cor escura é uma famosa comida australiana, mas controversa fora dela. Acontece que apesar de parecer um creme de chocolate ou avelã, o vegemite é uma pasta salgada com cheiro pouco agradável para quem não está acostumado. Passar uma camada generosa no pão e morder sem saber do que se trata é surpresa na certa – e provavelmente não uma positiva no primeiro momento.

comida australiana com torrada com camada de vegemite

O vegemite é um condimento polêmico que os australianos adoram colocar na torrada

O vegemite é feito com extrato de levedura, a sobra da produção de cerveja. Os australianos comem a pasta em cima de um pão ou torrada, como um bom café da manhã ou lanche rápido. Se você quiser provar, fica a dica: use apenas uma camada bem fina de vegemite em cima de um pão com manteiga, só para salgar um pouco a torrada.

Os vinhos e as cervejas australianas

É bem comum associarmos os melhores vinhos aos países europeus, à costa californiana dos Estados Unidos ou às vinícolas sul-americanas. Mas a Austrália tem uma extensa rota de vinícolas com vinhos de qualidade que chegam a ser raros pelo mundo. Eles produzem vinhos tintos e brancos bem encorpados, com destaque para as uvas Shiraz e Cabernet Sauvignon.

Entre os australianos, o vinho local pode ser apreciado, mas a verdadeira paixão deles é a cerveja. Cerca de metade do consumo de bebida alcoólica do país é cerveja e estima-se que o australiano beba em média 100 litros de cerveja por ano. É tanta cerveja que dá até para entender como a vegemite, uma pasta feita com a sobra da produção da bebida, é o alimento nacional. As cervejas do tipo Ale e Lager dominam a maior parte da produção.

Para quem não é fã de bebidas alcoólicas, os australianos também são bons em fazer chá. O Billy Tea é um chá popular na Austrália e preparado com folhas de eucalipto e limão. Perfeito para começar o dia ou para o lanche da tarde.

Principais comidas australianas que você precisa conhecer

Grelha de churrasco com carnes em cima e bandeiras australianas e cangurus em cima

Não tem australiano que resista a um churrasco com molho barbecue e cerveja

Churrasco australiano

Os australianos adoram um bom churrasco assim como nós. Feito ao estilo barbecue, ou “barbie” na gíria local, é um tipo de churrasco mais parecido com a versão americana do que a brasileira.

Eles grelham bife, salsicha e costelinha em uma chapa e os comem com pão e o tradicional molho barbecue. E não pode esquecer da cerveja para acompanhar. Se você for convidado para um churrasco australiano, não esqueça de levar a sua carne e bebida.

Torta de carne

A torta de carne é uma herança britânica adotada como comida australiana a ponto de desenvolveram a sua própria versão. São tortas pequenas com porções individuais que cabem na mão. A massa tem uma textura folheada e o recheio tradicional leva carne picada. Molho de tomate, cogumelo, cebola, queijo e bacon servem para incrementar a tortinha.

Popularmente, a torta de carne australiana é chamada de “dog’s eye”, “olho de cachorro” em português. O motivo deste nome inusitado é a finalização: é costume colocar molho ou pedaço da massa no centro da torta. Esse prato foi feito para lanches rápidos, inclusive em momentos como no chá da tarde ou depois de uma noite de festa com muita bebida.

comida australiana com torta de carne individual com molho por cima

A torta de carne é uma comida australiana perfeita para uma refeição rápida

Peixe e fritas

O fish and chips, traduzido como “peixe e fritas”, é um prato bem britânico que ficou bastante popular como comida australiana. A receita não poderia ser mais simples. De um lado do prato, peixe empanado. Do outro, batatas fritas em formato de palito. Além disso, é comum ter um molho como acompanhamento para mergulhar a comida antes de comer.

O tipo de peixe na receita pode variar bastante. Na Austrália, o mais comum é o flake, que é o nome genérico para carne de tubarão! Só que o consumo de carne de tubarão no fish and chips australiano é tão grande que passou a ameaçar o equilíbrio do ecossistema marinho local. Por causa disso, existe um movimento para substituir o flake por peixes mais sustentáveis, como o salmão e a perca-gigante.

Barramundi

Falando em peixe, o mais tradicional do país é o barramundi, nome aborígene para o peixe que conhecemos como perca-gigante. A Austrália é cercada pelo oceano, então não é nenhuma surpresa que peixes e frutos do mar sejam tão comuns na comida australiana.

Dito isso, o barramundi é curiosamente um peixe de rio, típico da região de Rockhampton. Ele tem toda essa fama por ser considerado o mais saboroso do país, não importa se servido grelhado, tostado ou frito.

Damper

comida australiana com pão damper cortado em pedaços em uma mesa de madeira

O damper é o verdadeiro pão australiano, feito com basicamente farinha, água e sal

Damper é o típico pão australiano. Mas não se engane, ele não tem nada a ver com a massa adocicada e amarronzada que chamamos de pão australiano por aqui. O damper é o verdadeiro pão australiano e ele está mais perto do nosso pão francês (que também de França não tem nada).

O pão damper era feito pelos primeiros colonos e se tornou uma receita tradicional de comida australiana. A receita é simples, com base em farinha de trigo, sal e água. Manteiga, fermento e leite são adicionados em alguns casos. A massa é assada em um formato redondo e com cortes em cima como se fosse fatiar em oito partes.

Pavlova

Conhecida no mundo todo, só pelo nome você poderia imaginar que a pavlova é um doce russo, mas os créditos da receita estão divididos entre Austrália e Nova Zelândia. A história mais conhecida é que um chef de hotel de Wellington, capital da Nova Zelândia, criou o doce especialmente para a bailarina russa Anna Pavlova em sua estadia na cidade em 1926. Já os australianos reivindicam que a sobremesa foi criada pelo chef de hotel australiano Bert Sachse em 1935, também em homenagem à famosa bailarina.

Disputas à parte, a pavlova se tornou um prato popular nos dois países, especialmente em festas de fim de ano, e também ganhou o resto do mundo. A receita tem uma base de merengue crocante por fora e macio por dentro como um suspiro, só que com um tamanho bem maior que parece mais uma torta coberta com um creme e frutas cortadas. Morangos são os mais usados, mas frutas vermelhas, kiwi, manga e maracujá caem bem neste doce bem saboroso com um equilíbrio entre o doce e o ácido.

Lamington

Uma sobremesa que ninguém pode deixar de provar quando visita a Austrália é o lamington. O doce surgiu no começo do século 20 e existem muitas histórias sobre quem criou, mas todas elas apontam para chefs que serviram ao Lorde Lamington, governador de Queensland, no nordeste da Austrália.

comida australiana com um prato com lamington um bolo de pão sendo dois inteiros e um cortado

O lamington é um bolo de pão de ló envolto por chocolate e coco ralado

O lamington é o bolo nacional australiano, feito com massa de pão de ló, cortado em cubos, coberto por uma camada de chocolate e finalizado com coco ralado. Na Austrália atual, é comum encontrar lamingtons recheados com geleia de morango ou outros cremes frutados.

Biscoito Anzac

O biscoito Anzac tem origem conjunta entre a Austrália e a Nova Zelândia. Anzac é a sigla da união das forças armadas de ambos países e ganhou esse nome porque as esposas dos soldados faziam esses biscoitos e enviavam para seus maridos na Primeira Guerra Mundial. A receita original é nutritiva e bem durável, ideal para a situação.

Os anos se passaram após a guerra e o biscoito Anzac se tornou uma herança digna de orgulho local. Um verdadeiro biscoito Anzac é feito com aveia em flocos, manteiga, açúcar, farinha de trigo, bicarbonato de sódio, coco desidratado e xarope dourado (um xarope de açúcar invertido).

Tim Tam

O Tim Tam não é uma receita de comida australiana caseira, mas uma marca australiana de biscoito de chocolate bastante popular. Produzido desde 1964, o Tim Tam é um doce feito com duas camadas de um biscoito de malte e leite aerado recheados com uma camada de chocolate cremoso e coberto com uma fina camada de chocolate.

O resultado é um tipo de sanduíche de biscoito comprido e bem chocolatudo. Bem leve, ele chega a derreter na boca a cada mordida. É uma delícia como lanchinho doce, especialmente acompanhado de um leite quente ou chá. O método “certo” de apreciar essa combinação segundo os australianos é morder uma ponta de lados opostos do biscoito e depois usar como canudo e sugar o leite.

Veja mais:

Como harmonizar cerveja com alimentos salgados, picantes, amargos e doces

Receitas com molho barbecue: confira 30 pratos deliciosos

Recomendadas
Pela Web