7 motivos para adotar a lentilha não só no ano novo

Lentilha = ano novo? Não!! A gente veio aqui pra abrir seu coraçãozinho e desmitificar essa história, mostrando pra você que essa leguminosa tem tantos benefícios que pode se tornar seu fiel amigo em todas as datas – desde os dias comuns até as ocasiões mais especiais!

A lentilha é tão boa, mas tão boa, que se você soubesse os benefícios, ia querer que fosse ano novo todo dia pra dar garantir essa sorte sempre – e não só a cada 365 dias. Isso porque essa simpática leguminosa é uma fonte super nutritiva, rica em fibras, vitaminas, minerais, capaz de trazer diversos resultados bons e saudáveis se forem incluídas na sua alimentação.

 

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

shutterstock_522209986

 

Sabe aquele feijão gostoso que deixa um cheirinho maravilhoso na casa inteira e é o melhor companheiro do arroz? Então, viemos pra te contar que a lentilha pode ser a substituta a entrar em campo no lugar do feijão. Isso mesmo! Assim como aquele feijãozinho saboroso, a lentilha é fácil de achar no mercado (anota aí no caderninho pras próximas compras!) e absorve o tempero fácil fácil (ficando delicioso a ponto de lamber os dedos). Além disso, ela tem um visual bonitão e atrativo por serem coloridas – existem lentilhas marrons, pretas, verdes, vermelhas e amarelas.

Ficou curioso para saber como a lentilha pode fazer diferença no seu prato e na sua vida? Então dá uma conferida nas 7 razões para tirar o “Por que adotar a lentilha no meu dia a dia?” da cabeça.

– Sai pra lá, TPM!: alô mulherada, olha que belezura! A lentilha possui lignana, uma substância que exerce função semelhante a do estrogênio (hormônio feminino), capaz de auxiliar na diminuição dos efeitos da tensão pré menstrual no organismo, ajudando a reduzir aquele desconforto mensal que, convenhamos, nenhuma mulher merece né? É ou não é uma notícia maravilhosa?!

– Seu coração agradece: é bom ter o coração saudável pra ter disposição e poder curtir tudo que a vida oferece de bom! Por isso, o folato e o magnésio presentes na lentilha exercem a função de proteger o coração, ajudando no controle do colesterol e na prevenção de doenças cardíacas.

– Ossos fortes: vem lentilha, vem cálcio! Aqui a gente quer ver o nosso leitor com a saúde em cima e os ossos bem fortes pra poder botar em prática todas as nossas deliciosas receitas. A lentilha possui não só o cálcio como também a isoflavona, substância capaz de produzir hormônios que fortalecem os ossos.

– Células saudáveis, corpo saudável: a lentilha possui antioxidantes, estes que são de extrema importância para proteção das nossas células. Isso ajuda na prevenção do câncer, principalmente o câncer colorretal. Manter a nossa alimentação em dia é essencial para ter “corpo são, mente sã”, como já dizia o ditado.

– Amigo do intestino: xô sensação de inchaço! A lentilha contêm fibras que fazem com que seu intestino funcione às mil maravilhas, de forma com que melhore o seu processo digestivo e te deixe longe daquela prisão de ventre. Isso porque a fibra realiza aquela sagaz “função detox”, absorvendo as toxinas e livrando seu intestino delas. Dá até ânimo de comer quando se sabe que além de se sentir satisfeita, não vai ter que se preocupar com aquele mal estar pós-refeição.

– Glicose controlada: devido a grande quantidade de fibras presentes na lentilha, ela se torna um alimento capaz de controlar o nível de açúcar no sangue. Sendo assim, #ficaadica que a lentilha é um bom ingrediente para ser incluído nas refeições de quem possui diabetes.

– Alô vegetarianos!: não precisa sofrer ou ficar preocupado se indagando sobre como repor o estoque de proteína na ausência de carne. As proteínas, super importantes para o bom funcionamento do nosso organismo, estão presentes em diversos alimentos, e inclusive na nossa querida lentilha. Além disso, essa leguminosa também contém ferro, um aliado na prevenção contra a anemia e inclusive problemas neurológicos. Fica a dica para adicionar ela aos pratos, fica bem saboroso!

Mas como diria aquele ditado “tudo em excesso faz mal”, a lentilha não é uma exceção a regra. Como as fibras são insolúveis, a fermentação intestinal pode levar a produção de gases quando a lentilha for consumida em excesso, podendo causar um certo mal estar. Além disso, a presença de compostos oxalatos e o excesso de lisina podem causar problemas renais. Mas não se preocupe! O segredo é só comer com moderação e aproveitar todas essas coisas boas que a lentilha tem pra nos oferecer o ano todo.

Recomendadas
Pela Web