Tipos de açúcar: veja diferenças e como escolher o mais adequado para cada receita

Açúcar mascavo, demerara, cristal, refinado ou de confeiteiro? Cada açúcar funciona melhor com um tipo de receita. Aprenda a escolher a melhor opção para a sua sobremesa!

Se você já parou para analisar as prateleiras do supermercado, provavelmente notou que existem vários tipos de açúcar diferentes. Para quem não está tão familiarizado com eles, pode até parecer que dá no mesmo usar qualquer um. Afinal, todos os açúcares cumprem a sua função de adoçar, certo? Bem, não é exatamente assim que funciona.

Além de adoçar, o açúcar interfere de outras maneiras nas receitas, como na textura, umidade e até no sabor. Sim, alguns tipos de açúcar têm gostos diferentes. Sabia disso? Para você nunca mais ficar com dúvidas, TudoGostoso explica como usar cada tipo de açúcar. Confira!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entenda o melhor uso para os principais tipos de açúcar

Açúcar refinado

O açúcar refinado é um dos um dos tipos mais usados na confeitaria e no dia a dia. Também é conhecido como açúcar branco e é bastante versátil porque se dissolve facilmente, sendo útil na maioria das receitas, como bolos, cremes, bebidas e caldas.

Ele tem pouca umidade em sua composição e, por isso, rende bastante e proporciona receitas mais volumosas e uniformes. Para ficar branquinho e com cristais pequenos da forma como conhecemos, ele passa por várias etapas de refinamento que envolvem processos químicos. Esses processos acabam removendo vitaminas e minerais, então não é uma das opções mais saudáveis.

Se o açúcar refinado é o que você costuma usar, a sugestão do TudoGostoso é esse bolo de leite que fica fofinho e delicioso, perfeito para o lanche da tarde.

Açúcar cristal

O açúcar cristal tem propriedades parecidas com a do refinado, com a diferença maior para o tamanho dos grãos, que são mais grossos. Isso faz com que ele seja mais difícil de diluir, o que pode ser uma vantagem ou um desvantagem, dependendo da receita, por isso é importante saber em quais usar.

O ideal é usar açúcar cristal em receitas que não dependam de homogeneização, como caldas e doces cristalizados. Outro uso bastante comum para esse tipo de açúcar é para decoração de bolos, sobremesas e doces no geral, como no caso desse brigadeiro romeu e julieta, em que o açúcar é usado para envolver os doces na finalização.

O açúcar cristal, por ser mais grosso, aguenta temperaturas altas por mais tempo sem queimar. Por isso, não deve ser usado em sobremesas aeradas ou cremosas, pois caso não dissolva completamente será possível sentir seus grânulos na boca.

Açúcar demerara

Lembra do processo químico de refinamento que explicamos que o açúcar branco passa? O açúcar demerara passa por menos etapas desse processo e, por isso, tem grãos mais grosseiros e coloração marrom. Sua extração é feita imediatamente após o cozimento do caldo de cana.

Ele também é mais úmido e o sabor remete ao melaço da cana e, graças a sua cor amarronzada, a recomendação é usar em receitas que precisam caramelizar ou são integrais. Tenha atenção porque seu uso é parecido com o açúcar cristal, ou seja: não dissolve tão facilmente. Experimente essa receita de muffin de banana com açúcar demerara. É uma delícia!

Açúcar de confeiteiro

Açúcar de confeiteiro é utilizado na finalização de sobremesas finas

Também conhecido como glaçúcar, o açúcar de confeiteiro é muito conhecido pelo uso para glacê, chantilly e outros preparos delicados, como macarrons. Ele é realmente muito fino e passa por um processo de refinamento avançado, que inclui a adição de amido de milho para evitar que as partículas se grudem.

O açúcar de confeiteiro é ideal para receitas que não vão ao fogo porque não é muito resistente ao calor. E por conta da sua textura, que lembra até talco, é possível conseguir uma mistura bem lisa, mesmo a frio.

Para garantir sua textura ideal, é recomendado peneirar antes de usar para não se deparar com possíveis pelotas de açúcar que vão estragar o preparo delicado. Essa receita de cupcakes de baunilha leva um delicioso glacê de limão feito com açúcar de confeiteiro como cobertura.

Açúcar mascavo

De todos os tipos de açúcar mencionados, o mascavo é a opção mais saudável porque ele não passa pelo processo de refinamento, ou seja, não recebe aditivos químicos e conserva melhor seus nutrientes.

Ele é mais úmido e tem sabor e coloração característicos e, por isso, não deve ser usado em qualquer receita, sob risco de alterar seu gosto ou aparência. Geralmente, o açúcar mascavo não é usado em bolos com massa clara, mas sim em biscoitos, bolos e pães integrais.

Outra receita muito tradicional que leva açúcar mascavo é a de cookies americanos. Você precisa experimentar!

Veja mais:

Essência ou extrato de baunilha? Entenda as diferenças de uma vez por todas e prepare doces irresistíveis

Troque o leite nas receitas de bolo e economize com as dicas do TudoGostoso

Mel cristalizado tem jeito? Descubra como amolecer o mel empedrado

Recomendadas
Pela Web