Temperos: um guia completo sobre ervas e especiarias para cozinhar e nunca mais errar

Comida temperada dá gosto de comer! Quer conhecer outros temperos para o preparo dos seus pratos? Então confira este artigo!

Não há nada melhor do que um tempero gostoso em uma comidinha, não é mesmo? Quem não gosta de um bife acebolado com pimenta-do-reino? Mas será que você realmente conhece todos os temperos disponíveis no mercado? Você sabe qual é o melhor para cada tipo de alimento? Para te ajudar nisso, a redação do TudoGostoso preparou um guia para te dar uma mãozinha a entender um pouco mais sobre a origem das ervas e especiarias, a compreender quais são os temperos mais utilizados na culinária brasileira, qual a diferença entre ervas e especiarias e muito mais. Confira e deixe a sua comida ainda mais saborosa!

Temperos: diversas especiarias em cima de uma mesa cinza

Descubra como o tempero pode fazer toda a diferença na sua comida

Quais os nomes dos principais temperos?

Na culinária brasileira, os principais temperos são: salsa, manjericão, orégano, cebolinha, erva-doce, louro, coentro, pimenta-do-reino, hortelã e alecrim.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quais são os temperos mais usados no Brasil?

Os temperos mais usados na cozinha são: cúrcuma, cravo, orégano, pimenta-do-reino, alho, noz-moscada, manjericão, alecrim, louro e páprica.

Qual a diferença entre ervas e especiarias?

Na culinária, as ervas são as folhas das plantas, já as especiarias são as sementes, as cascas, as raízes, os brotos, os frutos e as flores.

Tempero: diversos tipos de temperos em uma mesa de madeira

Veja qual é a diferença entre ervas e especiarias

Tipos de temperos

Você conhece todos os temperos disponíveis no mercado? E sabe qual é o melhor para cada tipo de alimento? Não? Então confira uma seleção especial de ervas e especiarias que fazem toda a diferença nos pratos.

Ervas

São usadas em alimentos que têm um certo tempo para absorver o sabor. Veja uma lista com diversas ervas para usar nos pratos:

Alecrim

Essa erva é conhecida por seus inúmeros benefícios ligados à saúde. Entre eles, o combate à tosse, efeito diurético, combate ao stress, reduz o mau hálito, entre outros. Na culinária, o alecrim pode ser usado em alimentos marinados e assados, como o cordeiro, frango assado, vitela, porco, carnes vermelhas e peixes. Veja 15 receitas que levam alecrim nos seus pratos.

Cebolinha verde

A cebolinha, quando combinada a um estilo de vida saudável, contém antioxidantes e substâncias anti-inflamatórias que diminuem o risco de câncer de mama, de cólon, de próstata e ovário. Na cozinha, ela pode ser usada em sopas, saladas, carnes brancas e pescados.

Ciboulette

Também conhecida como cebolinha francesa, ela é fonte de vitaminas A e C, além de minerais como fósforo, cálcio e niacina. Para quem deseja utilizá-la na alimentação, ela pode ser usada no feijão, no tabule, nas saladas, sopas e outros pratos.

Tomilho

Para quem deseja aumentar a imunidade, o tomilho pode dar uma ajudinha. Ele é rico em vitamina C e ajuda na produção de glóbulos brancos. Na comida, ele pode ser utilizado para conservar a carne. Você pode usar em ensopados e grelhados. Ficou com vontade de colocar o tomilho na sua receita? Confira a receita de bacalhau 7 mares que leva tomilho!

Sálvia

A sálvia tem ações antioxidante e anti-inflamatória e, por isso, ela ajuda a prevenir gripes e resfriados. Ela é ótima para temperar pato, coelho e ensopados.

Nirá

Nem todo mundo conhece a nirá. Ela é uma ótima fonte de fibra e ajuda a regular o intestino. Ela é pode ser uma substituição da cebolinha e pode ser usada para temperar os mesmos alimentos. Se você não tem ideia de como fazer uma receita com nirá, confira essa sugestão.

Manjerona

A manjerona ajuda a reduzir a pressão arterial. Para quem deseja inclui-la nos pratos, o tempero combina com peixes, pizzas e até mesmo no molho pesto.

Manjericão

O manjericão possui diversos benefícios para a saúde, entre eles, ele é uma erva anti-estresse. Esse é o temperinho favorito dos italianos. Portanto, ele fica perfeito em massas secas, sopas, salada caprese e massas com molho de tomate fresco.

Louro

Um dos temperos mais comuns e usados no Brasil é o louro. Com sabor marcante, ele pode ser usado no feijão, em ensopados, sopas e molhos. Quer aprender como fazer um feijão delicioso com louro? Veja o passo a passo dessa receita!

Hortelã

Já experimentou água aromatizada com hortelã? Essa é uma bebida deliciosa, não é mesmo? Você sabia que a erva também pode ser usada em saladas, sopas, como tempero no frango, carne vermelha e peixe? Além disso, ele é rico em vitaminas B, C e D e fonte de de fibra. Você sabe como plantar louro em casa? Não? Então confira essa dica!

Estragão

O estragão é uma erva popular da culinária francesa e inglesa. Por conta do seu sabor leve, ele pode ser usado em sopas e ensopados.

Dill

O dill pode ser utilizado para diminuir cólicas estomacais e intestinais. Na comida, ele cai bem para marinar pescados e dar um toque de sabor a mais aos legumes, picles, vinagres e maioneses.

Coentro

O centro é rico em vitaminas A, B1, B2, B3, C e ainda conta com ácido fólico. Ele é benéfico ao coração, a pele, as unhas, aos cabelos e ainda previne o câncer e melhora a imunidade. Ele pode ser usado para dar um toque aos pescados, aves, arroz, molhos e saladas. Você sabia que o coentro também pode ser usado no feijão? Olha essa receita de feijão com coentro.

Cerefólio

Essa planta pode ser consumida inteira ou utilizando só as folhas. Na culinária, ele pode ser usado para dar sabor às saladas, molhos, queijos cremosos, peixes e ovos.

Salsa

Também conhecida como salsinha, essa erva possui propriedades diuréticas, antibacteriana, antioxidante, antidiabética e outros.  Ela é muito versátil e pode ser utilizada em molhos, saladas, massas, sopas, pescados e legumes. Que tal preparar um molho de salsa para acompanhar um peixe? Veja como fazer essa receita!

Azedinha

A azedinha é rica em vitamina C. Ela pode servir como ingrediente para preparar sopas, saladas, molhos, purês, massas e vinagretes. Confira como fazer um chá de azedinha!

Temperos: folhas de ervas em cima de uma mesa

Veja uma lista de ervas não tão usadas no Brasil

Especiarias secas

As especiarias secas podem ser usadas para dar um toque especial nos pratos. Conheça uma lista de temperos para colocar hoje mesmo na sua alimentação:

Urucum

O urucum, também conhecido como colorau, foi disseminado na Europa no século XVII. Entre os diversos benefícios da especiaria, destacam-se: ele é rico em antioxidantes, tem propriedades antimicrobianas, faz bem para os olhos, entre outros. O urucum pode ser utilizado no preparo de carnes, vegetais, sopas, caldas e molhos.

Pimenta-do-reino

Graças ao seu rico perfil nutricional, a pimenta-do-reino, também conhecida como pimenta preta, promove uma boa digestão e ajuda a desintoxicar o corpo. Ela pode ser usada no preparo das carnes, em marinadas, sopas, saladas e outros. Quer provar esse sabor? Prepara hoje mesmo um medalhão e salpique a pimenta-do-reino. Se você tem dúvidas de como fazer, confira essa receita!

Pimenta calabresa

Um dos grandes benefícios da pimenta calabresa para a saúde é evitar inflamações. Ela possui um aroma picante e pode ser utilizada para dar sabor nas carnes, aves, peixes e molhos. Que tal aproveitar a pimenta calabresa para preparar batatas com esse toque a mais? Confira esse passo a passo.

Noz -moscada

Você gosta de pratos aromáticos? Então, a noz-moscada é uma excelente opção para a sua comida. A especiaria combina com pratos doces e salgados. Ela pode ser usada no café, no cappuccino, para fazer biscoitos, em sobremesas, como o pudim, em quiches, omeletes e muito mais.

Páprica

A páprica é muito comum nos países ibéricos e bastante utilizada no Brasil. Ela é feita a partir de pimentões e pimentas, resultando em um pó vermelho. A especiaria pode ser usada para salpicar peixes, carnes, aves, batatas, ovos, tortas salgadas e outros.

Mostarda

A mostarda é uma especiaria rica em cálcio, zinco, potássio, vitamina E e K. Ela pode ser consumida crua ou cozida. Quando moída, a mostarda é utilizada para temperar pratos, como peixes, arroz, iogurtes e no curry. Quer preparar um prato com mostarda? Confira 5 receitas que utilizam molho de mostarda.

Gengibre

Com longa história no uso medicinal, o gengibre tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Na culinária, a especiaria pode ser utilizada na salada, nos sucos e na água. Que tal aproveitar e fazer um suco de gengibre com limão e mel?

Erva-doce

A planta possui benefícios comprovados para melhorar a digestão e os problemas estomacais. Ela pode ser usada para temperar carnes, feijão branco, embutidos, linguiças e para trazer frescor às saladas.

Curry

Ele é feito de especiarias, como coentro, pimenta e açafrão e é muito utilizado na culinária asiática. O curry pode ser usado para das sabor aos legumes, às sopas, saladas e molhos.

Cúrcuma

A cúrcuma é utilizada na medicina asiática para tratar dores em geral, problemas de pele, digestivos e outros. Ela pode ser usada para temperar ovos mexidos, saladas, peixe, frango, sopas, molhos e outros pratos.

Cominho

Esse tempero é conhecido desde o Egito Antigo e ele é utilizado para melhorar a digestão. Ele ressalta o sabor de pratos à base de queijos, ovos, carnes e legumes.

Cravo-da-índia

O cravinho é uma importante fonte de nutrientes, como vitaminas A, E e betacaroteno. Ele é mais utilizado em pratos doces, como canjica, arroz doce e doce de abóbara. Aproveita o cravo-da-índia para fazer essa receita de picadinho.

Cardamono

Você sabia que o cardamono faz bem para os dentes e para o hálito? A especiaria é rica em vitaminas A, B e C. Na culinária, ele pode ser utilizado em bolos e pães.

Canela

A canela tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Ela pode ser usada em pratos doces, como mingaus, bolos e para temperar carne, peixe e frango.

Baunilha

Você sabia que, na verdade, a baunilha é uma flor? Ela possui propriedades calmantes, afrodisíacas, digestivas e antissépticas. Na comida, ela pode ser utilizada para harmonizar frutos do mar, legumes e carne de porco.

Anis-estrelado

Com origem chinesa, o anis-estrelado é conhecido pelas propriedades medicinais. Ele estimula as enzimas digestivas e ainda melhora inchaços. Você pode usá-lo por inteiro ou moído em pratos doces, molhos e carnes vermelhas.

Açafrão

O açafrão é uma planta-medicinal rica em crocina, crocetina, safranal e canfero, que ajudam a prevenir doenças cardiovasculares. Na comida, ele pode ser usado para dar mais sabor às sopas, pães, aves, carnes, legumes, tapiocas e outros.

Temperos: várias especiarias em uma mesa

Confira uma lista de temperos para dar sabor a sua comida

Mistura de especiarias

Agora que você já conhece um pouco sobre os benefícios dos temperos, confira sobre essa misturinha.

Chimichurri

Essa misturinha tornou-se muito popular nos últimos tempos. Ela é feita com a mistura de vários sabores, como o alho triturado, o azeite, o limão, o manjericão, o orégano, as folhas de louro, o vinagre, a páprica e a pimenta calabresa. Ele é versátil e pode ser utilizado para salpicar no ovo mexido, para marinar carnes, aves, peixes, legumes e até no macarrão.

Como guardar os temperos?

O tempero pode fazer toda a diferença na comida, mas para isso ele precisa estar armazenado da forma correta. Para que ele não estrague, guarde-o em potes de vidros pequenos e bem fechados. Cada pote deve ficar longe da umidade, do sol e de fontes de calor.

Qual a validade dos temperos?

As ervas secas e as especiarias em pó podem durar cerca de 1 ano quando bem armazenadas, já os temperos inteiros duram em torno de 3 anos. Para não esquecer sobre o prazo de validade de cada um, uma dica é colocar uma etiqueta em cada pote de vidro de tempero. Dessa forma, é só ficar de olho na data. Ficou com dúvida sobre o processo de armazenamento? Confira como conservar o tempero da forma correta!

Como organizar os temperos na cozinha?

O ideal é deixá-los em um local arejado. Por isso, você pode guardá-los em uma prateleira ou em um armário de cozinha que seja bem ventilado. Use a criatividade e coloque uma etiqueta colorida em cada pote diferente.

Temperos: prateleiras com especiarias em potes de vidro

Uma dica é organizar os temperos em potes de vidros e colocar uma etiqueta com nome e data de validade

Veja mais: 

Ideias para organizar temperos nas prateleiras e armários

Temperos naturais para substituir os industrializados

Temperos para bacalhau: veja 8 opções perfeitas para a Páscoa

Recomendadas
Pela Web