Cozinha para iniciantes: guia do TudoGostoso traz 8 dicas essenciais para quem nunca cozinhou

Quer cozinhar mas não sabe nem por onde começar? TudoGostoso reuniu dicas valiosas sobre organização, utensílios, temperos e muito mais para cozinheiros de primeira viagem. Confira!

Você é do tipo de pessoa que tem zero experiência na cozinha e não sabe nem preparar as receitas básicas, como arroz e feijão? Fique tranquilo, ninguém nasce sabendo! A principal dica para quem é cozinheiro iniciante é não ter medo de tentar e experimentar. Assim, aos poucos vai ganhando mais experiência e confiança.

Para ajudar, TudoGostoso reuniu dicas importantes para quem nunca cozinhou. Explicaremos sobre temperos, ingredientes, itens de cozinha, organização e muito mais. Confira todas as orientações com atenção e inicie sua jornada na cozinha!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Se você é um cozinheiro de primeira viagem precisa conferir as dicas abaixo

1 – Encare as receitas como melhores amigas

Quando se é cozinheiro de primeira viagem, investir nas receitas é o melhor caminho porque ainda faltam referências de culinária para criar por conta própria. Nesse caso, vale a pena pedir para os familiares as receitas dos seus pratos favoritos ou contar com sites como o TudoGostoso, que disponibiliza uma infinidade de receitas deliciosas e fáceis.

A dica é ler a receita com calma e atenção, prestando atenção em todos os pontos. Cheque o tempo médio de preparo, quantidade de porções, ingredientes necessários, assim como os utensílios que serão utilizados. Dessa forma, garanta que a receita escolhida poderá ser executada com tranquilidade.

2 – Faça uma lista de compras

Escolher com antecedência as receitas da semana é uma forma de se preparar e conseguir comprar todos os itens necessários. Você não quer descobrir que acabou a farinha quando já tiver começado a cozinhar, né? Então cheque os ingredientes necessários da receita, confira a despensa de casa e veja o que falta.

Depois, anote tudo em uma lista de compras. Não confie apenas na sua memória, acredite, as chances dela falhar são altíssimas e você não vai querer ter retrabalho. Depois, para facilitar, tenha o hábito de ir anotando os itens que vão acabando no dia a dia. Assim, quando chegar a hora de ir ao mercado, a lista já vai estar praticamente pronta.

3 – Organize os ingredientes e o espaço antes de começar

Depois de ter a receita em mãos e todos os ingredientes é hora de preparar o espaço e os itens. Comece separando um espaço para trabalhar, que pode ser a pia da cozinha, uma bancada ou mesa. Depois lave todas as verduras e legumes, pique e descasque o que for necessário e lembre-se que quanto mais coisas você conseguir adiantar, mais tranquilidade terá para executar a receita.

4 – Tempere aos poucos

Temperos e condimentos darão muito mais sabor para os seus pratos

Normalmente as receitas explicam a quantidade de tempero que a comida deve ter, mas em alguns casos a quantidade é “a gosto”. E agora? Bom, a dica é ir temperando aos poucos e provando… é melhor ter paciência do que salgar demais a comida ou colocar muita pimenta, não é?

Mas cuidado, deixar para colocar o tempero só no final também não é uma boa ideia. Ao fazer uma carne ensopada, por exemplo, vá adicionando sal e outros condimentos desde o início e aos poucos. Isso permitirá que os sabores fiquem unidos e penetrantes.

Se você não entende nada de temperos, vale a pena conferir nosso guia de ervas e condimentos, em que explicamos para que serve cada um deles. No entanto, para começar sua coleção, vale a pena investir em alguns mais essenciais, como sal, pimenta do reino em pó, orégano, louro, páprica e canela. Dá para cozinhar muita comida boa só com esses temperos, mesmo que você seja um cozinheiro de primeira viagem.

5 – Fique de olho no fogo

Se na cozinha tudo é muito novo, é melhor garantir que você terá controle da situação. Por isso, prefira usar o fogo baixo ou médio para evitar acidentes. Conforme tiver mais confiança, aí sim use o fogo alto para agilizar o processo.

Quando o assunto é o forno, é importante cuidar do tempo de cocção e da temperatura também. Siga a recomendação da receita, mas fique atento porque o seu forno pode ser mais potente do que o usado na referência. Para não perder o ponto certo, use o despertador do celular ou um timer de cozinha para te lembrar de olhar a comida.

6 – Invista em itens básicos de cozinha

Dá para cozinhar com poucos utensílios, mas quanto mais ferramentas adequadas você tiver, mais fácil será seguir uma receita. Para começar, uma faca bem afiada é essencial de se ter na cozinha. A tábua de corte também é importante, é ela que vai dar sustentação na hora de picar ou fatiar carnes ou legumes.

Não podemos esquecer dos medidores: copos ou xícaras medidoras, colheres e balanças são interessantes de se ter a mão na hora de seguir uma receita. Também é importante ter boas panelas, de preferência antiaderentes. Uma frigideira e panela de pressão também vão facilitar bastante sua vida na cozinha.

Conforme começar a realmente cozinhar você vai identificar outros utensílios de cozinha que estão fazendo falta, aí se organize para comprá-los, como pegadores, colher de servir, ralador, peneira, concha, escumadeira etc.

7 – Atenção ao tempo de descongelamento e molho

Lembra que um dos fatores importantes para cozinhar é o planejamento? Se você quer preparar uma carne para o almoço, é importante tirar do freezer com pelo menos 24h de antecedência. Isso porque o descongelamento não deve ser feito em temperatura ambiente, mas sim dentro da geladeira.

Também é preferível não usar o micro-ondas para essa função, com risco de comprometer a textura da carne ou acabar a cozinhando em vez de só descongelar. Mas caso queira usar o aparelho mesmo assim, selecione o modo descongelar e fique atento à quantidade em gramas de carne para indicar no visor do eletrodoméstico.

Quando o assunto são as leguminosas, também é importante ter planejamento. É que o feijão, grão de bico e soja, por exemplo, precisam ficar de molho por pelo menos oito horas para eliminar toxinas que comprometem a digestão. Caso tenha esquecido de deixar de molho, é possível usar água quente e acelerar o processo. Nesse caso, o molho é de uma hora.

8 – Seja paciente

Uma das dicas para quem está começando a fazer qualquer coisa nova, inclusive cozinhar, é ter paciência. No início nem sempre tudo vai sair como esperado, mas isso não é motivo para desistir. Das próximas vezes, terá mais experiência e saberá melhor o que fazer em cada situação.

Além disso, depois de executar cada receita, por mais simples que seja, você estará aumentando seu repertório de cozinheiro. O que significa que em breve você não precisará mais ler receitas para cozinhar. Logo existirão informações guardadas na sua própria cabeça que te conduzirão na hora de preparar a comida.

No fim das contas, cozinhar é uma forma de ter mais autonomia, economizar dinheiro sem ter que pedir no delivery e ainda pode ser um jeito de agradar a quem você ama. Vale a pena tentar, não acha?

Veja mais:

Como limpar utensílios de cozinha: limão, vinagre e bicarbonato de sódio tiram gordura com facilidade

O arroz queimou? Truque simples tira o gosto de queimado do arroz

Parece mágica: como salvar a cenoura murcha na geladeira usando água

Recomendadas
Pela Web