Gastronomia francesa: 5 preparações que já fazem parte da nossa mesa

Oui, mon amour: venha saber mais sobre essas preparações de origem francesa que você já conhece!

Você sabe o que realmente significam os termos culinários que você utiliza? Já estamos acostumados a usar palavras de origem francesa no dia a dia da cozinha, mas nem sempre sabemos ao certo como surgiram e o que elas representam. Saber mais sobre essas palavras e sua origem pode ajudar na hora de entender a preparação, além de deixar você mais por dentro do universo gastronômico. Vamos aprender? Venha ver 5 preparações da gastronomia francesa!

Batatas sauté em frigideira de ferro

Batatas sauté em frigideira de ferro

Sauté

O termo sauté (leia sotê) vem do verbo sauter, que em francês significa saltear. Saltear é cozinhar com um pouco de gordura (manteiga, óleo ou azeite) em temperatura bem alta, virando sempre o alimento para que todos seus lados fiquem dourados. Ainda que vários legumes, camarões e cogumelos sejam feitos dessa maneira, no Brasil o termo ficou conhecido pelas batata sauté. As batatas sauté são um ótimo acompanhamento para diversos pratos, pois são muito versáteis e leves. Elas costumam aparecer em muitos pratos com peixe. No TudoGostoso, você encontra várias receitas de batata sauté, incluindo pratos completos em que ela aparece como acompanhamento.

Ganache de chocolate

Ganache de chocolate

Ganache

A mistura de chocolate com creme de leite também já é bem conhecida no Brasil e é o delírio dos apaixonados por doce. A ganache tradicional francesa surgiu de um acidente, como muitos outros pratos clássicos e amados hoje no mundo todo. Esse creme consistente é ótimo para rechear e cobrir bolos e tortas, fazer trufas, além de ser delicioso em sobremesas com frutas e castanhas. A preparação pode ser feita com qualquer tipo de chocolate (preto ou branco, ao leite ou amargo), e o que varia é a proporção de creme de leite. O ideal é usar o creme de leite fresco, mas pode usar o de caixinha ou lata, basta ter cuidado para não deixar a mistura ferver e talhar. Alguns profissionais acrescentam também glucose ou mel ao creme, para não cristalizar. Outros utilizam manteiga, para dar mais maleabilidade e brilho a essa mistura. No blog tem dicas de como fazer a ganache e 3 receitas deliciosas com o creme.

Ovos poché sobre torradas

Ovos poché sobre torradas

Poché

Poché significa cozinhar o alimento em algum líquido (água, caldo, leite, vinho) sem que chegue a atingir o ponto de ebulição. A técnica é bastante utilizada para o cozimento de peixes, para que a carne não se desmanche facilmente durante o processo. O alimento mais conhecido em sua forma poché é o ovo. Para o ovo poché dar certo existem diversas dicas, mas o importante mesmo é que a clara cozinhe de modo firme, protegendo a gema mole no meio. Ele pode ser servido em cima de uma torrada, acompanhado de uma salada verde, ou em cima de uma torrada com abacate, a comida que é tendência no momento. Aqui no blog tem um post com dicas incríveis de como preparar e outras maneiras de servir o ovo poché. E no site tem até vídeo ensinando como fazer essa preparo sem erro!

Ingredientes do molho bèchamel: farinha, leite, manteiga e noz-moscada

Ingredientes do molho bèchamel: farinha, leite, manteiga e noz-moscada

Béchamel

O molho béchamel (ou molho branco) é feito à base de leite, manteiga e farinha, temperado normalmente com sal e noz-moscada. O nome pode ser difícil, mas o preparo é superfácil. No site você encontra algumas receitas de molho béchamel, todas bem explicadinhas! Você pode usar o molho béchamel como molho de massas (macarrão, lasanha, canelone), como base para cremes e sopas, além de ser um dos ingredientes do clássico “misto-quente francês”, o croque monsieur.

Croutons temperados em assadeira com papel-manteiga

Croutons temperados em assadeira com papel-manteiga

Croutons

Os croutons já são conhecidos há bastante tempo por aqui. Basta você ir a um restaurante comer uma salada ou uma sopa e lá estão os cubinhos de pão servidos como acompanhamento. Assados no forno ou torrados na frigideira com manteiga ou azeite, os croutons também podem ser temperados com sal, pimenta e ervas em geral. É muito fácil de fazer em casa e uma ótima dica para quem quer aproveitar o pão que sobrou do dia anterior. Crouton significa casca e na França costuma-se utilizar o que restou da ponta da baguete para fazer os cubinhos, que é a parte mais dura do pão. Como nosso pão costuma ser mais macio, uma boa ideia é usar o pão amanhecido por mais de um dia, até que esteja um pouco mais firme. No TudoGostoso você encontra o passo-a-passo para fazer essa delícia.

Salada caesar com croutons

Salada caesar com croutons

Recomendadas
Pela Web