Dicas de como organizar sua lista de compras

Fazer compras pode ser um desafio gigante para quem mora sozinho há pouco tempo, mas pode se tornar uma tarefa mais fácil com as dicas que separamos para você.

Organizar sua lista de compras não precisa ser um bicho de sete cabeças.

Para a maioria das pessoas, a expectativa pelo momento de morar sozinho é muito grande, mas os desafios têm o mesmo tamanho dessa ansiedade. Por inexperiência, acabamos por não pensar nas questões que vêm junto com ter uma casa. Pagar contas, fazer o dinheiro render o mês inteiro e a melhor forma de organizar suas coisas são dúvidas que vamos aprendendo com o tempo. Mas a alimentação é um dos pontos aos quais damos mais atenção, talvez por ser uma necessidade diária e importantíssima.
Solucionar o mistério de como o leite aparece na caixinha dentro da geladeira e como o frango chega em forma de bife na sua frigideira toma tempo e angustia muitos dos marinheiros de primeira viagem na aventura de ter uma casa para chamar de sua.
Mas tudo isso é facilmente resolvido se você monta uma lista de compras que supra suas necessidades e não pese no orçamento — que, em geral, é bem baixo nessa época da vida.

É importante dizer que as dicas apresentadas nesta matéria têm como base as necessidades de uma pessoa que mora sozinha e faz uma refeição (almoço ou jantar) e um ou dois lanches (café da manhã e/ou lanche da noite) em casa. Claro que se você tem uma rotina alimentar diferente ou horários que só permitem outros tipos de refeição, você pode adaptar a lista ou utilizar os alimentos em horas variadas. Estas dicas devem servir como base, mas quem sabe do que precisa é você.

Partindo do princípio de que você já tem os utensílios de cozinha básicos, vamos passar à parte prática da lista de compras. Ah, e caso você ainda não tenha e não saiba quais são esses itens, você pode dar uma olhada neste link . Lá você vai encontrar uma lista bem bacana de tudo que precisa para começar a ganhar intimidade com o melhor cômodo da casa!

Para início de conversa, você precisa entender como se alimenta. Quais são seus hábitos? O que costuma consumir no café da manhã? Come muitas frutas? Faz seu próprio suco ou prefere os de caixinha? Toma café? Faça essas perguntas com relação a todas as refeições que faz em casa. Se você é vegetariano, por exemplo, não precisa colocar carne na sua lista.

Segundo: confira tudo que já existe na sua despensa e geladeira. Para quem está morando sozinho há pouco tempo, qualquer gasto extra pode desequilibrar o orçamento do mês inteiro. E ninguém precisa de 10 quilos de arroz se mora sozinho, né? Portanto, se já tem um ou dois quilos de arroz em casa, pode cortá-lo da lista deste mês.

Anote tudo de que precisa, afinal, com tantas opções e informações no supermercado, você não pode esperar que lembre de tudo que tem que levar. E acredite: cada vez que você vai ao supermercado, acaba levando mais coisas do que precisa, e esses gastos somados podem ser um rombo no fim das contas.

Saiba quantas refeições fará em casa por semana. Se você almoça ou janta todos os dias, é necessário ter cinco porções de proteínas, cinco de carboidratos, cinco de legumes e a mesma quantidade para saladas.

Conheça as promoções do mercado em que faz compras. Alguns supermercados têm promoções por dia da semana ou por produto. Fique ligado para economizar bastante ao escolher o melhor momento para fazer as compras.

Verifique se comprar legumes e verduras na feira sai mais barato do que no mercado. Pode acreditar: na maior parte das vezes vale a pena e você consumirá produtos mais frescos.

Na hora de escolher o cardápio por dia, opte por utilizar primeiro os que estão mais próximos do prazo de validade. Também dê preferência pelas verduras que estão há mais tempo na geladeira. Faça no início da semana pratos que podem ser reutilizados e repaginados lá pela quinta ou sexta-feira.

Agora, vamos a um modelo para servir de base para você.

Carboidratos (5 porções; 1 refeição em casa/dia):
1 kg de arroz
1 pacote de macarrão
2 batatas grandes (pode ser inglesa, doce ou barôa)
1 kg de feijão do tipo que preferir ou lentilha
1 kg de farinha de mandioca

Proteínas (5 porções; 1 refeição em casa/dia):
150 g de carne moída
1 bife de carne bovina (podem ser 2, caso coma mais)
1 filé de frango (podem ser 2, caso coma mais)
linguiça, salsicha ou um outro embutido
1 filé de peixe (podem ser 2, caso coma mais)

Legumes (alguns estabelecimentos vendem porções de vegetais já picados, prontos para cozinhar):
1 abobrinha e/ou berinjela
2 tomates
1 cabeça de alho
2 cebolas grandes ou 3 médias
2 cenouras médias
Os legumes aqui podem ser substituídos pelos de sua preferência.

Verduras:
Compre um maço de cada verdura que gosta na salada (alface, alface-americana, agrião, rúcula etc.), higienize-as e guarde-as secas em potes herméticos, na geladeira.

Frutas:
2 porções de frutas de sua escolha por dia.

Variados:
2 caixinhas de creme de leite
1 tablete de manteiga
1 pote pequeno de maionese
1 ou 2 copos de requeijão
250 g do queijo de sua preferência
250 g de presunto ou peito de peru
2 latas de milho
2 latas de ervilha
2 caixas de molho de tomate (ou uma lata de extrato de tomate)
1 lata de atum

Recomendadas
Pela Web