Desperte a paixão pela cozinha nas crianças

Quem disse que cozinha não é lugar de criança? Confira dicas para introduzir os pequenos nesse universo maravilhoso da culinária!

O gosto pela cozinha pode ser moldado desde cedo e é fácil fazer com que as crianças se encantem por todas as possibilidades que a culinária tem a oferecer. Se elas têm mais de 10 anos, fica ainda mais fácil introduzi-las nesse universo. Mas até mesmo crianças mais novas podem participar da “bagunça do bem” na cozinha. Vem conferir!

shutterstock_484630057

Crianças até 3 anos – Elas podem misturar com as mãos alguns alimentos, como banana amassadinha e farinha láctea, mamão com aveia, etc. Elas podem (e devem) sentir a textura dos alimentos, os sabores, o cheiro, além de esfarelar biscoitos e misturar papinhas usando as mãos. Aproveite para ensiná-las os nomes e as cores através dos alimentos!

Dos 4 aos 6 anos – Elas já podem manusear utensílios como colheres de pau, cortador de biscoitos e, inclusive, já podem rasgar as folhas de vegetais com as mãos. Além disso, sugerir misturas e combinações de alimentos, fazer biscoitos e bolos com a ajuda de um adulto, calcular alguns pesos e medidas e comparar produtos são outras atividades que crianças nessa faixa etária podem se aventurar a fazer.

Dos 7 aos 10 anos – como as crianças já leem melhor nesta faixa etária, elas podem acompanhar o rótulo dos alimentos e o modo de preparo de algumas receitas. Além disso, tarefas que exijam maior coordenação motora, como quebrar ovos e separar clara da gema, também poderão ser executadas. Dependendo da intimidade da criança com a culinária, ela pode até reconhecer pontos de alguns alimentos como brigadeiro e biscoitos. Tudo, é claro, com a supervisão de um adulto!

A partir dos 12 anos – se elas já acompanham os adultos na cozinha há algum tempo, podem manusear o fogão com certa independência. Algumas crianças nesta idade já conhecem de cor receitas de alguns pratos do dia a dia, como arroz, algumas carnes e ovos. Além disso, podem incrementar e testar receitas, demonstrando que podem ser verdadeiros “mini chefs”.

Desperte mais do que o gosto das crianças pela cozinha: desperte a consciência alimentar, a cozinha sustentável e, acima de tudo, o equilíbrio. Demonstre que o prazer em cozinhar e o comer bem com saúde caminham de mãos dadas!

Quer conferir mais dicas sobre equilíbrio e alimentação das crianças? Fique por dentro!

Recomendadas
Pela Web