Bico de confeiteiro: os tipos e como utilizar

O TudoGostoso selecionou os principais tipos de bico de confeiteiro para você saber mais sobre eles e não errar na hora de decorar seus bolos e doces!

Confira os tipos e características dos diferentes tipos de confeiteiro.

Venha conferir qual tipo de bico de confeiteiro combina com a decoração de bolo que você quer!

Para quem ama uma confeitaria belíssima e caprichada, o bico de confeiteiro é um utensílio indispensável! Ele é um dos responsáveis por garantir que bolos, tortas, cupcakes e sobremesas fiquem com uma decoração impecável e digno de muitos elogios.

Porém, muita gente pensa que esse apetrecho culinário pode ser um bicho de sete cabeças. Mas, na realidade, ele é mais simples de manusear do que você imagina! Quer saber mais sobre ele e como não errar na hora de escolher qual bico de confeiteiro utilizar? Então, confira as dicas a seguir!

Como montar um bico de confeiteiro

Coloque dentro da manga (conhecida como saco de confeiteiro), sem nada, o suporte (adaptador) de bico até a ponta. Em seguida, com uma tesoura, corte a ponta aguda da manga e encaixe, por fora, o tipo de bico de confeiteiro desejado no suporte. Agora, é só encaixar a outra peça do adaptador, rosqueando-a junto ao suporte para impedir que o bico de confeiteiro saia enquanto você estiver utilizando.

Preciso utilizar sempre o adaptador?

O adaptador é ideal se você for utilizar diversos tipos de bico em uma mesma receita. Mas, se você for utilizar apenas um tipo de bico, você pode colocar o bico escolhido diretamente dentro da manga, cortando a ponta aguda que restar.

O bico de confeiteiro ajuda a decorar bolos e doces com mais precisão, deixa-os caprichados nos detalhes!

As diferenças entre os tipos de bico de confeiteiro

Perlê: um dos mais versáteis, e portanto, mais utilizado. Seu formato redondo e liso permite formar pingos, linhas, rendas, desenhos, contornos, pontos, cordões e até mesmo letras.

Serra (ou cesta): trata-se de um tipo de bico que forma um formato drapeado. Ele é muito utilizado para passar ao redor do bolo ou colocar cobertura, servindo como um ótimo nivelador. Assim como o nome diz, ele também é capaz de fazer tiras, reproduzindo aquele efeito de cesta de palha. Fica lindo!

Pitanga aberta (ou estrela aberta): com um formato redondo e serrilhado, esse bico é ideal para fazer lindas rosas grandes, contornos, efeitos de ondas ou conchas. Lembrando que para fazer o efeito concha, a dica é colocar o bico de confeiteiro na diagonal, trazendo-o para frente com movimentos de vai-e-vem.

Pitanga fechada (ou estrela fechada): assim como a pitanga aberta, ela também pode produzir belas conchas, estrelas e flores menores — porém mais delicadas e detalhadas por se tratar de um bico com uma circunferência menor.

Folha: como o próprio nome já fiz, é um bico perfeito para fazer efeitos de folhas em rosas. Com seu formato chato e pontudo, também permite fazer babados, dando um visual incrível aos bolos e doces.

Pétala: para quem quer caprichar em um doce cheio de flores, o bico pétala ajuda a fazer lindas… pétalas! Rosas e demais flores ficarão impecáveis com esse bico. A pressão que você vai utilizar no saco de confeitar vai permitir que você varie nas pétalas.

Babado com acabamento: como o próprio nome já diz, esse bico é ideal para fazer acabamentos delicados e bem detalhados, formando um efeito de babado ao redor dos bolos e deixando com belo visual clássico.

Chuveirinho: para os apaixonados por confeitaria, o bico chuveirinho garante detalhes incríveis, permitindo fazer o efeito grama, que dá um charme a mais para os bolos — ainda mais se for temático, né? Esse bico também permite fazer acabamentos, deixando os doces ainda mais bonitos.

Capriche na decoração treinando suas habilidades em um papel manteiga.

Treine: isso permite que você decore com maior precisão e faça detalhes mais caprichados!

Bicos de aço X bicos de plástico

Para um acabamento mais detalhado e delicado, os bicos de aços são perfeitos. Colocados na ponta do saco de confeitar já com a cobertura de sua preferência, eles possibilitam uma maior firmeza e precisão na hora de fazer os contornos e detalhes na decoração.

Porém, se você quer um bico de confeiteiro apenas para rechear ou incluir cobertura em algo que não precise de detalhes, os bicos de plástico dão conta do recado por espalharem seu conteúdo de forma menos delicada.

Recomendadas
Pela Web