Acabou a luz: o que fazer com os alimentos da geladeira?

Confira como fazer para conservar a qualidade dos alimentos que você guarda na geladeira, mesmo na falta de energia.

Confira como armazenar os alimentos da geladeira na falta de luz.

Confira quais são as melhores formas de conservar seus alimentos quando acabar a luz.

A geladeira é responsável por armazenar alguns alimentos e conservar todas as suas propriedades que, provavelmente, não poderiam ser mantidas em temperatura ambiente. Porém, o que fazer se, por acaso, acabar a luz? Vish… Como manter a qualidade dos alimentos sendo que a geladeira não funciona?

A grande incógnita é que nunca se sabe por quanto tempo ficará sem energia. E a grande dúvida é como proceder nessas horas, afinal, não são todos alimentos que podem sofrer variações bruscas de temperatura sem estragar. Mas não se preocupe, leitor! Temos algumas dicas que vão te dar uma luz nesse momento.

Antes de mais nada, vale a pena ressaltar: se o alimento estiver com aspecto, cheiro, textura e cor estranhos, não hesite em descartá-lo, ok? Afinal, de intoxicação alimentar nós queremos é passar longe!

Mantenha a porta fechada

Se o abre-e-fecha da geladeira já não é bom quando tem energia elétrica, é pior ainda na falta dela. Isso porque a temperatura do interior da geladeira pode acabar sendo alterada, não conservando o frio e facilitando que os alimentos se estraguem mais facilmente. Por isso, faça o máximo possível para manter a porta fechada.

Na falta de luz, o tempo máximo de conservação dos alimentos dentro da geladeira é de 4 horas, e no freezer, de 24 horas. Por isso, manter a geladeira fechada pode ser uma boa escolha.

Mantenha a geladeira fechada para conservar a baixa temperatura.

Procure manter a geladeira fechada para conservar a baixa temperatura dentro da geladeira.

Adicione gelo à geladeira

Para conservar a baixa temperatura no interior da geladeira por mais um tempinho, você pode dar uma ajuda extra colocando blocos de gelo dentro da geladeira — principalmente se a luz acabar por um longo período de tempo.

Isopor com gelo pode te ajudar

Se ficar um tempo longo demais sem energia elétrica — mais do que 4 horas —, você pode optar por transferir carnes e os leites e seus derivados para um isopor cheio de gelo. O objetivo é deixar os alimentos com a temperatura mais baixa possível pela maior parte do tempo, prevenindo que estraguem. Porém, o prazo máximo é de 2 horas, ok?

Fique de olho nos alimentos

Verduras e legumes

No caso dos legumes, não são todos que precisam ser guardados na geladeira para conservarem suas propriedades. Mas, se tiver dúvida, o TudoGostoso fez uma matéria mostrando quais legumes podem ser congelados sem que percam seus nutrientes. No caso das verduras que possuem folhas, é aconselhável retirá-las da geladeira e colocá-las imersas em um recipiente com mistura de água e vinagre ou água sanitária até que possam voltar à geladeira.

Ovos

O TudoGostoso fez uma matéria mostrando qual a melhor forma de guardar os ovos — no caso, na prateleira da geladeira onde as baixas temperaturas impedirão a multiplicação de possíveis bactérias. E, assim como os ovos não podem ficar na porta de geladeira devido ao abre-e-fecha e a constante oscilação de temperatura, os ovos também não podem ficar mais de 2 horas fora de baixas temperaturas.

Após esse tempo, o melhor a se fazer é descartá-los, pois, do contrário, a temperatura ambiente facilitará a proliferação de bactérias, caso o ovo esteja contaminado.

Após 2 horas em temperatura ambiente, o ideal é que os ovos sejam descartados.

Não dê bobeira com os ovos: se passarem mais de 2 horas em temperatura ambiente, descarte-os.

Alimentos congelados

Aqui vamos falar desde as carnes congeladas até os alimentos industrializados congelados. No caso das carnes, é preciso ficar de olho se ela está descongelada. Se estiver assim, ainda que parcialmente, não coloque para congelar novamente: você deve retirá-la do congelador, esperar descongelar na geladeira e prepará-la assim que possível. E receitas é que não faltam no TudoGostoso para você, né?

No caso dos alimentos industrializados congelados, o procedimento é o mesmo: não volte ao congelador e procure prepará-los assim que possível. Do contrário, eles também devem ser descartados.

Sobras de alimentos

Caso você tenha guardado alguma sobra de alimento em um potinho — devidamente bem fechado —, antes de comer, procure cozinhá-lo ou fervê-lo muito bem. Isso fará toda a diferença, pois o aquecimento permitirá eliminar possíveis bactérias, eliminando o risco de contaminação alimentar.

Mas fique atento: você deve aquecer no fogão, e não no micro-ondas! Isso porque o fogão tornará possível aquecer a comida por completo, de maneira uniforme — diferentemente do micro-ondas. Porém, como dito anteriormente, fique de olho no cheiro, cor, aroma e textura dos alimentos antes de consumi-lo.

Não coloque as carnes que descongeladas para congelarem novamente: prepare-as assim que descongelarem totalmente.

No caso das carnes congeladas, se começarem a descongelar, não volte ao congelador: prepare-as em diferentes receitas.

Recomendadas
Pela Web