Gastronomia: saiba se esse curso é para você

É crescente o número de pessoas que desejam cursar Gastronomia, mas muitos não sabem exatamente do que se trata o curso. Leia esta matéria e descubra se esta profissão é mesmo para você.

Informações sobre a faculdade de gastronomia

A faculdade de Gastronomia está em alta: saiba se esse curso é para você!

A gastronomia vive sua melhor fase. Há algum tempo, podemos acompanhar uma verdadeira explosão de sites, programas e livros de culinária que fazem muito sucesso com públicos bem variados.

Por tudo isso, a procura por cursos de Gastronomia — sejam cursos livres ou faculdade — aumentou muito, bem como a quantidade de instituições de ensino que o oferecem. Mas por se tratar de um curso não tão barato (e com poucas opções de universidades públicas que contam com ele na grade), é melhor ter certeza de que Gastronomia é mesmo para você.

Como é o curso de Gastronomia

Para início de conversa, é preciso esquecer todo o glamour que gira em torno da imagem dos chefs de cozinha. Apesar de muitos deles estarem bastante famosos, muitas vezes comparados a astros da TV, a profissão exige bastante esforço, longas horas de trabalho e um bom gerenciamento de estresse. Pois é: se você quer ser chef, saiba que terá muito trabalho pela frente.

Se a informação acima não te assustou, vamos a outros detalhes. Os cursos de Gastronomia têm duração que varia de dois a quatro anos e podem ser cursos técnicos ou bacharelado. O primeiro é um curso de mais ou menos dois anos de duração e foca a parte prática da profissão. Por isso, muitos acreditam que seja mais fácil ingressar no mercado de trabalho após um curso desses. Já o bacharelado dura quatro anos e tem o currículo equilibrado entre a parte prática e a parte teórica da profissão. Dentro das matérias teóricas, você aprenderá História, Legislação, Nutrição, Harmonização, entre outras.

Dentro da parte prática dos dois tipos de curso, os alunos têm aulas em cozinhas didáticas, laboratórios de bebidas e padarias e confeitarias experimentais — tudo com a finalidade de aprender as técnicas de preparo e de avaliar os resultados. Algumas faculdades contam com até mesmo restaurantes-escola, em que os aspirantes a chefs aprendem sobre o dia a dia de cozinhas de restaurantes, hotéis, bares etc.

É preciso ter alguma noção de culinária para fazer Gastronomia?

Não. As aulas desse curso começam com o básico da cozinha, com uma apresentação dos utensílios necessários e de como utilizá-los. Os alunos também aprendem sobre como preparar cada um deles para uso — informações valiosas para quem quer ser um grande chef. Além disso, o estudante aprenderá na prática a diferenciar sabores e fazer combinações de paladar harmoniosas. Aulas como Harmonização e Análise Sensorial ajudarão o aspirante a cozinheiro a apurar seus sentidos. A partir daí, aparecem as propostas de pratos a serem desenvolvidos.

Muitos cursos também incluem aulas de línguas (principalmente de francês) em seus currículos, além de disciplinas para tratar exclusivamente de dietas alternativas e alimentação saudável.

Mercado de trabalho para alunos de gastronomia

A profissão de chef apresenta alguns desafios, mas vale a pena!

Com o que posso trabalhar se me formar em Gastronomia?

As pessoas formadas neste curso podem trabalhar em várias áreas da produção de alimentos. São elas: administrador de restaurantes (e outros negócios que envolvam a produção de alimentos), personal chef (profissão que cresce a cada dia), cozinheiro e desenvolvedor de cardápio para restaurantes, bares, hotéis, escolas, hospitais etc., desenvolvedor de novos produtos para a indústria de alimentos, especialista em culinária nacional ou internacional, profissional de vigilância sanitária e inspeção alimentícia, consultor de empresas do ramo alimentício.

A gama de opções é grande!

E aí, decidiu se vai mesmo cursar Gastronomia?

Recomendadas
Pela Web